terça-feira, 29 de abril de 2014

29 de Abril - Dia Internacional da Dança

Hoje se comemora o Dia da Dança!


Sou grata à minha mãe Rosângela Fleuri Jardim por ter me apresentado esse mundo que se tornou algo tão especial em minha vida. Essa é minha primeira formação: bailarina e professora de dança. Essa é a minha raiz.



A dança para mim é o meu respirar, o dia a dia, o movimento que se torna completo quando eu me esvazio de algo para começar a escutar o meu corpo e as minhas emoções.

Ela se forma sim na raiz de uma técnica, mas ela pede para que os meus gestos tragam para fora a essência do meu ser.



Para mim ela se tornou o instrumento da minha própria evolução na vida.

Me ajudou a percorrer tantos caminhos, lutando pelo pre-conceito do outro e meu próprio.

Me incentivou a estudar, estudar e estudar, mas ter a coragem de ser quem se é independente dos livros e das teorias.

Ela me mostrou onde mora a força e a determinação, mas também me fez compreender o que é leveza e alegria.

A entrega, a confiança e a fluidez que vibra na alma de quem dança é o mais lindo espetáculo que qualquer público se emociona ao assistir, porque ali todos se tornam unos diante da vida!



Ela me movimenta cada vez mais para ser quem se é, aceitando os meus limites, as minhas escolhas e as minhas possibilidades, mostrando realmente a vulnerabilidade que é inata a todo ser humano. Porque é neste momento que o coração e a verdade realmente dançam. E nada mais importa. O palco deixa de existir para o outro e ele passa a existir somente para você.

Os aplausos são simplesmente reverberação da sua própria alma que encontrou um novo lugar, uma nova possibilidade de existir neste Universo de Amor e transformações!

Que possamos reverenciar a dança que existe fora e dentro de nós!

Obrigada por todos que dançaram comigo nestes círculos de vida/morte/renascimento! Nesta dança da vida!

Muitas danças para todos nós!

Abs dançantes,
Amanda






Ocorreu um erro neste gadget