sábado, 1 de novembro de 2014

Inspiração da Dança-Terapia!



Pina Bauch

"É preciso tempo, paciência e perseverança para aceitar o que nossa musculatura conta sobre a nossa história de vida, nossas alegrias, tristezas, frustrações e fantasias. Afinal, o que expresso diz o que sou, como penso e sinto.

Mesmo quando pretendemos ocultar nossos processos internos não conseguimos controlar todas as manifestações do nosso corpo. Isso realmente é assustador!

É também uma bênção, já que essas manifestações, se acolhidas, podem nos despojar de imagens que acumulamos de nos mesmos e que carregamos com peso e culpa.

Conhecer o nosso corpo requer disciplina interna que remete ao socrático "Conheça-te a ti mesmo".
Clarice Nunes


Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget